Calvície Genética: Conheça suas causas e Tratamentos.

Dê o seu voto

Calvície Genética – Se você é calvo há grande probabilidade de ter um parente por parte de pai ou mãe que seja acometido pela calvície. A maioria das calvícies é genética.

Podem acometer homens ou mulheres. Quando ocorre em homens chama-se Alopécia Androgenética Masculina e quando presente nas mulheres é chamada Alopécia Androgenética Feminina.

A genética da calvície é bem difícil de ser determinada, pois os genes responsáveis são múltiplos. Aquela regra que aprendemos sobre genética na escola não é a mesma para a calvície.

Por exemplo, para determinar a cor dos olhos há só um par de genes: quando os genes são “aa” a cor dos olhos é azul e se for “AA” ou “Aa” a cor é castanho. Na calvície essa regra não vale!

Por isso pais normais não carecas podem ter filhos calvos.

Além da genética ser fator preponderante, há fatores externos que contribuem para que a genética se manifeste mais intensamente: estresse, uso de anabolizantes, tabagismo, dermatites de couro cabeludo, diabetes, distúrbios hormonais, etc.

Mesmo que a família mais próxima (pais e irmãos) não apresente casos de calvície, com certeza encontrará tios, avós e primos com história de calvície.

Mas é verdade que existem outras doenças não genéticas que podem acometer os cabelos. Por esse motivo sempre sugerimos procurar um especialista.

Por ser genética alguns pensam que estão fadados a serem carecas. Perdem a esperança. Mas não deveriam pensar assim! Trata-se de uma DOENÇA CRÔNICA.

Apesar de não ter cura, tem TRATAMENTO! O tratamento é baseado em uma forma de “enganar” o organismo. Algumas medicações diminuem a interpretação errada do couro cabeludo.

A genética para calvície torna o organismo (em especial o couro cabeludo) mais sensível aos hormônios.

Os folículos capilares do couro cabeludo na sua região superior tem uma sensibilidade maior aos hormônios e aumentam a velocidade de crescimento e queda dos cabelos.

Após cerca de 20 a 30 ciclos completos, a raiz (bulbo) se degenera e o folículo deixa de existir. Isso é muito intensificado na região superior.

Por esse motivo os homens vão ficando calvos em cima e não na região lateral.

Vamos responder algumas questões comuns sobre esse tema:

O que é exatamente a calvície genética?

É a calvície que tem como característica principal a hereditariedade.

Vários são os genes responsáveis por essa característica. Quanto maior o número de genes acometidos, mais agressiva é a manifestação da calvície e mais precoce ela ocorre.

Quais são as principais causas da calvície genética?

As causas são os genes herdados com programação para calvície. Eles modificam a sensibilidade dos folículos do couro cabeludo aos níveis hormonais.

Leia mais: Calvície Precoce tem cura? Saiba como tratar, prevenir e causas

A calvície genética tem cura?

Tem TRATAMENTO. Não conseguimos mudar a genética!

O tratamento é feito de três formas:

1. Medicações;

2. Fisioterapia ou tratamento estético (realizado na nossa clínica com protocolo próprio);

3. Cirurgia (transplante ou implante capilar).

Quais são os melhores tratamentos para a calvície hereditária?

Como falado na questão anterior há 3 tipos de tratamentos.

Não há um tratamento melhor. Cada caso é um caso. Alguns pacientes necessitarão de vários tratamentos de forma coadjuvante.

Por ser uma doença crônica, o acompanhamento com especialista deve ser rigoroso.

O paciente deve pensar que tem uma doença semelhante ao diabetes ou hipertensão: o tratamento é longo.

Tratamento a Laser cura a calvície genética?

Não. O Laser é um dos vários tipos de tratamento que diminui a velocidade do ciclo de queda e crescimento do cabelo.

Nós fazemos e indicamos o tratamento a Laser, mas acreditamos que deva ser associado a outros aparelhos e medicações.

Calvície Genética é uma doença!

E é crônica devendo ser tratada de forma precoce. Quanto mais rápido o tratamento for instalado, maior será a preservação do cabelo. Melhor será o resultado e em alguns casos, a cirurgia pode ser deixada de lado.

Os tratamentos são pouco difundidos e utilizados de forma correta. Quem deve determinar e escolher o tratamento é o especialista.

Na nossa clínica o diagnóstico é sempre realizado por um médico cirurgião plástico.

A formação do Cirurgião Plástico é completa: pode fazer o diagnóstico, tratar, prescrever e operar se for necessário.

Caso tenha interesse de avaliar sua calvície e tratar de forma adequada, ENTRE EM CONTATO ou ligue para nós pelo telefone: 61 3361-1644.

Ficaremos contentes em lhe ajudar!

Gostou do conteúdo? Compartilhe e nos ajude com sua participação.

Até a próxima.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *